Pular para o conteúdo principal

Páginas

Novo epitáfio para um poeta ... Poema de José Régio

Na terra nua, as asas desdobraram,
Espigaram,
Deram flor.
Se ali passar alguém
Que tenha o olfacto fino e o dom do humor,
Dirá que aquele morto é um amor:
Dá flor e cheira bem.

Comentários