Pular para o conteúdo principal

Páginas

Não tenho lágrimas .... Poema de António Ramos Rosa

Estou mais baixo
junto à cal
Vejo o solo extinto
Não oiço ninguém
e não regresso
Adormecer talvez
junto a uma estaca
com uma pequena pedra
sobre as pálpebras

Comentários