Pular para o conteúdo principal

Páginas

Foi para ti que criei as rosas ... Poema de Eugênio de Andrade

Foi para ti que criei as rosas.
Foi para ti que lhes dei perfume.
Para ti rasguei ribeiros
e dei ás romãs a cor do lume.

Comentários